Notícias

Prefeito Edmilson com Bruna Cardoso
06/12/2018
Gabinete do Prefeito

Edmilson Busatto parabeniza Bruna Cardoso pela conquista do prêmio Salvador Celia



A vencedora do prêmio Salvador Celia, Bruna de Moura Cardoso, foi recebida nesta semana pelo prefeito de Bom Retiro do Sul, Edmilson Busatto, para receber os parabéns pelo reconhecimento como visitadora do programa Primeira Infância Melhor (PIM) na região.

Bruna recebeu o prêmio Salvador Celia no dia 26 de novembro em Porto Alegre, durante o 12º Seminário da Primeira Infância, integrando as atividades da Semana do Bebê, promovida pelo governo do Estado.

Em Bom Retiro do Sul, Bruna integra o grupo de seis visitadoras do PIM que atendem semanalmente 75 famílias, 82 crianças e 11 gestantes com trabalhos voltados para a promoção de troca de conhecimento e experiências que gerem desenvolvimento e saúde para as famílias.

Bruna relatou ao prefeito Edmilson a alegria de fazer parte do PIM de Bom Retiro do Sul e agradeceu pelo reconhecimento do trabalho social que está sendo feito em prol da valorização das famílias visitadas.

Edmilson parabenizou Bruna pelo reconhecimento de seu trabalho, que é feito com carinho, dedicação e apoio de toda a comunidade, destacando que o trabalho de prevenção que o PIM promove reflete em menos gastos em saúde e educação.

“Trabalhar com a prevenção evita gastos desnecessários de recursos no futuro e o trabalho do PIM em Bom Retiro do Sul neste sentido tem nos dado muita alegria e nos possibilitado em investir em novos serviços de prevenção e promoção da saúde e educação. Parabenizo a Bruna pelo seu empenho e pelo prêmio conquistado. Isso nos mostra a seriedade do programa e o comprometimento que temos em oferecer uma melhor qualidade de vida para todas as famílias”, finalizou Edmilson.

Redação de Bruna Cardoso vencedora do prêmio Salvador Celia:
 

As emoções de ser visitadora da Primeira Infância Melhor

Eu acredito nas pessoas, na compacidade de se reinventarem, fortalecerem e novamente florescerem. Acredito também no dom de ouvir, ouvindo se compreende e entende. Ao iniciar as atividades no Primeiro Infância Melhor, conheci a realidade das famílias do meu município, Bom Retiro do Sul. Todas as famílias são muito diferentes, cada uma com suas vivências, mas todos tem algo em comum, a necessidade de serem ouvidas. Notar que a simples foto de ouvir, poda mudar o dia, a semana, a vida de famílias, mudou também o meu medo de relacionamento. A partir do momento em que a feição triste se transforma, dando lugar ao sorriso, com olhos brilhantes e esperançosos, entendo que fiz a diferença e que estou no lugar certo. Certo vez, o chegar para uma visita em um lar muito simples, percebo que algo não está bem, sendo impossível seguir o planejamento realizado para aquele dia. Quando a mãe foi questionada sobre o que aconteceu, às lágrimas desceram. Desabafou, enquanto seu filho brincava.

A criança sem entender vendo a mãe chorar, também chorou. Contou a história da sua vida e família, falou de seus medos e angústias. No momento só pude ouvir entender, mas isso para ela era muito valioso. Após muita conversa, a situação foi mudando e ao me despedir, já viram sorrisos e abraços. Este episódio me fez pensar na grandiosa intervenção que, nós visitadores, fazemos na vida das famílias atendidas, como também, na responsabilidade que corregemos. Eu que sempre quis fazer a diferença na vida das pessoas, hoje percebo que o Primeira Infância Melhor me proporcionou isso e muito mais, pois as famílias também fazem a diferença na minha vida. É Indo perceber que para colorir a vida das pessoas e das nossas crianças, é preciso pouco. Um sorriso, um abraço, carinho e atenção são valiosos para eles.

Admiro a garra e determinação de todas as famílias das quais realizo visitação, passam por dificuldades das mais tristes, porém, enfrentam tudo com muita determinação e vontade.

A felicidade dos filhos é a dos pais, desta forma, o trabalho que realizo como visitadora é muito reconhecido, as famílias aguardam ansiosamente o dia da visita. Com o empenho dos pais nota-se à evolução continua das crianças e o desenvolvimento de vinculo familiar ainda mais forte.

O trabalho desenvolvido com as gestantes gera emoções diferentes e também encantadoras. Acompanhar a espera pela chagado de um filho, participar das emoções, do carinho e ansiedade da família, é uma experiência inesquecível como visitadora. O nascimento evidencia uma nova fase na vida da família, um amor ainda maior nasce. Lembro de participar dos primeiros passos de uma criança de um ano da idade, foi surpreendente e encantador para a família, para mim também.

Estes seis meses de estágio no Primeiro Infância Melhor foram de grande crescimento pessoal, acadêmico e profissional. Levarei sempre comigo as histórias vivenciadas, aprendizagens e recordações de momentos felizes. Acredito que ainda virão muitas outras histórias, que irão me surpreender e cativar, proporcionando muita felicidade e transbordando em sorrisos. Seguirei sempre com o mesmo objetivo e acreditando nas pessoas.


Fonte: Assessoria de Imprensa de Bom Retiro do Sul – Foto: Fernando Dias
OUTRAS NOTÍCIAS
14-12-2018

​Há poucos dias para iniciar o Natal nas Águas, comissão organizadora define preparativos finais para o evento

Bom Retiro do Sul já está em ritmo acelerado para a r...

VER NOTÍCIA
14-12-2018

Consumidores recebem prêmios do segundo sorteio da campanha Natal Premiado

Nesta sexta-feira, 14, a ACIAB e a Administração Muni...

VER NOTÍCIA
13-12-2018

Jovens vereadores conhecem rotina de trabalho da Prefeitura de Bom Retiro do Sul

Na manhã da quarta-feira, 12, alunos de escolas de Bom Retir...

VER NOTÍCIA
13-12-2018

Rua Mathias Vicente Diedrich recebe melhorias

A Secretaria de Obras, Viação, Urbanismo e Trân...

VER NOTÍCIA
12-12-2018

Carnês do IPTU e ISSQN 2019 começam a ser entregues em Bom Retiro do Sul

A Secretaria da Fazenda de Bom Retiro do Sul deu início &agr...

VER NOTÍCIA
11-12-2018

Acessos rurais recebem melhorias

O trabalho em parceria entre as secretarias de Agricultura e Obras ...

VER NOTÍCIA