Notícias

Palestra sobre prevenção às drogas e ao álcool
24/05/2018
Saúde

Programa Saúde na Escola orienta jovens sobre o uso e abuso de substâncias psicoativas



Através do programa “Saúde na Escola”, alunos do Colégio Estadual Jacob Arnt tiveram nesta semana, um diálogo sobre o uso e o abuso de substâncias psicoativas, como álcool e drogas, com troca de informações e orientações sobre escolhas mais conscientes, para que não se exponham em situações de risco.

Conforme o psicólogo Leandro Inácio Walter, que desenvolve este trabalho com os alunos no decorrer do ano, o programa é um conjunto de ações em saúde e educação que promove ações de saúde para adolescentes, aproximando-os dos serviços de saúde, para que se sintam participantes e tenham o direito de acessar o sistema único de saúde.

“Os jovens tiveram um conhecimento mais aprofundado o que significa na vida das pessoas o uso de substâncias toxicas, os prejuízos que causam à saúde, o que perdem na vida ao utilizar drogas. Mesmo que o acesso seja fácil, isso não quer dizer que não tenha consequências na vida deles. Sempre haverá. Neste sentido, o diálogo proposto é para orientar os jovens sobre as perdas e ganhos do consumo destas substâncias”, destacou Leandro.

Ainda conforme Leandro, o papel da secretaria de saúde não é o de proibir o uso, mas sim, orientar sobre as consequências para a saúde no uso de álcool e drogas. “Este tem sido nosso objetivo na rede de saúde e educação do município. Dialogar com professores, ouvir suas percepções e mostrar aos jovens as consequências do uso de drogas e do álcool e o risco ao qual ficam expostos em desenvolver dependência pelo uso destas substâncias”, explicou.

A liberdade que os jovens têm de viver uma vida livre, sem o uso destas substancias, é um dos focos destes diálogos. E o acesso à informação qualificada, tanto na escola, como na rede de saúde. “O álcool é uma droga de acesso universal e está presente no cotidiano das pessoas. E o abuso desta substância acarreta em consumo abusivo, causando dependência e prejuízos à saúde”, alertou Leandro.

O programa “Saúde na Escola”, do governo federal, além deste diálogo, trabalha com os jovens outras ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino.


Fonte: Assessoria de Imprensa de Bom Retiro do Sul – Texto e foto: Fernando Dias
OUTRAS NOTÍCIAS
21-08-2018

Mais de 60% das crianças entre 1 e 5 anos já foram vacinadas contra a pólio e o sarampo em Bom Retiro do Sul

A Secretaria Municipal de Saúde de Bom Retiro do Sul emitiu ...

VER NOTÍCIA
21-08-2018

ALCB inicia planejamento da Marcha para Jesus em outubro

Na manhã da terça-feira, 21, no auditório do C...

VER NOTÍCIA
21-08-2018

Princípios norteadores da educação foi tema de capacitação dos educadores de Bom Retiro do Sul

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Bom R...

VER NOTÍCIA
21-08-2018

Secretaria da Agricultura orienta sobre testes de tuberculose e vacinas da brucelose

A Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente de Bom Retiro do Sul or...

VER NOTÍCIA
21-08-2018

Empresa de massas inicia atividades em Bom Retiro do Sul

A massa da família. Com este slogan, a empresa Lacin iniciou...

VER NOTÍCIA
20-08-2018

Centelha do Fogo Simbólico da Pátria chega a Bom Retiro do Sul

O município de Bom Retiro do Sul recebeu nesta segunda-feira...

VER NOTÍCIA